O Romantismo tirou férias

O romantismo resolveu tirar férias, quem assumiu o seu lugar foi o individualismo, dizem por ai que quando o individualismo ficou sabendo que teria que dividir o mesmo espaço que o romantismo tratou logo de espalhar o boato que o romantismo era um chato, que só ficava falando de coisas bonitas, de flores, desenhos em nuvens e essas bobagens. O romantismo sensível que só ele, ficou todo magoadinho e resolveu tirar férias.
No meio dessa briga estamos nós, cada vez mais assustados com a quantidade/facilidade de possibilidades quando o assunto é amor, acabamos perdendo o foco, não conseguimos nos compreender, ou temos medo de assumir o que sentimos.
Uns esperam o príncipe no cavalo branco ou salvar a princesa em sua torre, outras se sentem a princesa na torre, há quem não saiba andar a cavalo por isso prefere continuar onde está.
Todos nós desejamos ser mais bravos, corajosos, honestos, não sofrermos, mas as coisas são como são e nós também, por que idealizar uma pessoa que não somos é perda de tempo e dor de cabeça na certa, é óbvio que temos que evoluir como seres humanos e essas coisas, mas é uma coisa de adaptação tem medo de andar de cavalo? Vai buscar a princesa de metrô ué, o príncipe não veio te buscar na torre, faz uma corda de lençol e se joga.
Assim estaremos mais perto do amor do que qualquer outra coisa, mas sem excesso de romantismo, guarda pra ir usando aos poucos.




 

 

Clicky Web Analytics