Na ante-sala.

Elas se encontram na ante-sala da tarapeuta.
 Uma com os olhos vermelhas de tanto chorar, possivelmente por um amor perdido.A outra fazendo a pose de que "Só estou aqui por quê preciso dormir"
As duas folheiam uma "caras" de uns 10 anos atrás de quando o Otávio mesquita estava em seu primeiro casamento.
A que chora senta mais perto da "durona" e pergunta qual é o problema, a durona finge  que não é com ela e ignora a chorona que logo se abre:
- Sabe eu tô aqui por que o desgramada do meu marido, quer dizer ex-marido me traiu com a secretária e só por que eu quis matar os dois, quis matar de matar mesmo com arma e tudo, me disseram que eu preciso de ajuda pra superar tudo isso.
A durona pensa mas não fala : "que clichê"
- Me conta  tá aqui por que hein? Você tem cara daquelas executivas super bem suceditas no meio profissional mas que a vida pessoal é uma bagunça sem tamanho.
- Eu não consigo dormir esse é o meu problema, só isso - A durona pensou que se dissesse logo a infeliz a deixaria em paz.
- Ah é, podiamos torcar por que eu durmo até demais HAHAHA! E deu um tapa no ombro da durona a chamando de colega.
A porta do consultório abre e de lá sai um rapaz que parecia estar em qualquer lugar menos numa sala com uma terapeuta, ele as comprimenta desejando bom dia e sai.
A doutora chama a chorona que entra imediatamente.
Uma hora depois a chorana que já não está mais chorando sai alegre e contente dizendo que a teraputa salvou sua vida e que por isso lhe pagaria em dobro.
Agora é a vez da durana que até se animou, se a chorona saiu de lá bem com ela aconteceria o mesmo. A chorona dá uma piscadinha enquando a durona entra da sala e faz sinal de "jóia". Depois de uma hora a durona sai da sala com os olhos inchados de tanto chorar e encontra a ex-chorona sentada a sua espera, a durona que agora é uma manteiga derretinha se joga em seus braços e diz soluçando:
- Mas eu sempre pensei que meus pais me amassem e que só me mandaram para um colégio interno por que queriam o meu bem não por que queriam se livrar de mim, que vida triste esse minha. - e enterrou sua cabeça no ombro de sua mais nova melhor amiga.
A ex chorona que agora era uma durona dava tapinhas nas costas da agora chorona e dizia:
- Vai ficar tudo bem, mais umas 15 sessões e você vai ficar bem.




 

 

Clicky Web Analytics