É ruim, mas é bom!

Sabe quando você experimenta determinado alimento e num primeiro momento você chega à conclusão de que o alimento em questão não é gostoso? Mas que por alguma força oculta você não consegue parar de comer aquilo mesmo sabendo que você não gostou.
Isso sempre acontece comigo, um exemplo clássico são aquelas bolachinhas de coco que tem forma de coquinho, acho que é esse o nome da bolacha, eu não gosto daquilo, mas é sou eu comer a primeira e o estrago está feito, a cada visita que faço a cozinha é um punhado de bolachinhas que vai pro meu estômago, não sei se isso acontece simplesmente pelo prazer de mastigar, creio que não por que mastigar essas bolachinhas cansa o maxilar que é uma beleza! Isso acontece com alguns tipos de bolos salgadinhos também. Doritos é um tipo de salgadinho que eu acho ruim e bom ao mesmo tempo, é um gosto mais curioso do que bom.
Fiquei aliviada quando descobri que não era a única que sofria desse mal, uma amiga me disse que odiava salgadinho de bacon, mas sempre que alguém comprava e lhe oferecia ela diziam que era ruim, não gostava, mas enchia as mãos do mesmo, ela disse que percebeu isso quando ela mesma se viu comprando o salgadinho de bacon que não gostava.
Fico pensando se não é uma pegadinha do nosso cérebro, ou lembranças de outras vidas (¬¬’), vai ver na minha vida passada eu era fabricante de bolachinha de coco e por isso tenho essa indecisão na vida atual, comi tanta bolachinha na vida passada que nesse quis me dar um descanso, mas as origens falaram mais alto me causando esse sentimento.

E pra você? O que é ruim, mas é bom?




 

 

Clicky Web Analytics